Empresa Especializada em Gestão de Energia – Futtura Energy
PLD inicia o ano com alta de 30% em todos os submercados

PLD inicia o ano com alta de 30% em todos os submercados

Chuvas abaixo da média contribuíram para o aumento do indicador de preço spot de energia

Wagner Freire, da Agência CanalEnergia, de São Paulo, Mercado Livre
02/01/2017

As chuvas abaixo da média fizeram o indicador do preço da energia no mercado spot subir 30% em 2017 em comparação com os valores da última semana de 2016. Segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) passou de R$ 113,62/MWh para R$ 148,04/MWh, em média, para os submercados Sul, Sudeste/Centro-Oeste, Norte e Nordeste, ficando equalizados porque os limites de intercâmbio não são atingidos entre os subsistemas elétricos. Os valores publicados pela CCEE na última sexta-feira, 30 de dezembro, são válidos para as negociações realizadas entre 31 de dezembro e 6 de janeiro.
De acordo com a CCEE, as afluências verificadas em dezembro devem ficar em 75% da Média de Longo Termo – MLT, fechando abaixo da média no Sudeste (79%), Sul (94%), Nordeste (53%) e Norte (53%). Em janeiro, as ENAs são esperadas em 69% da MLT para o sistema. “As afluências abaixo da média contribuem para o aumento do PLD”, informou a Câmara.
Por outro lado, a revisão da carga para o horizonte de médio prazo (5 anos), em função das novas premissas do planejamento anual da operação energética ciclo 2017 (2017-2021), causou redução média de aproximadamente 1.700 MW médios. Já para a primeira semana de janeiro, a expectativa é que a carga fique em torno de 4.500 MW médios mais alta, reflexo de temperaturas elevadas esperadas, aumento previsto em todos os submercados, sobretudo no Sudeste, cuja carga fica quase 2.500 MW médios mais alta frente à expectativa anterior. As reduções esperadas são de 1.000 MW médios no Sul, 740 MW médios no Nordeste e de 270 MW médios no Norte.
Os níveis dos reservatórios do SIN, impactados pela queda nas afluências das últimas semanas, estão aproximadamente 7.700 MW médios abaixo da última previsão semanal com redução observada em todos os submercados com exceção do Norte (+50 MW médios). Nos demais submercados, Sudeste, Sul e Nordeste, as reduções foram respectivamente de 5.600 MW médios, 1.800 MW médios e 300 MW médios.
O fator de ajuste do MRE (Mecanismo de Realocação de Energia) para dezembro foi estimado em 97,9% e a previsão para janeiro é de 95,3%. Os Encargos de Serviços do Sistema (ESS) são esperados em R$ 199 milhões em dezembro, sendo R$ 145 milhões referentes à segurança energética. Já para o primeiro mês de 2017, o ESS previsto é de R$ 62 milhões com o montante de R$ 59 milhões associado à segurança energética.
PLD
Sudeste/Centro Oeste: R$ 149,16/MWh (pesada); R$ 149,16/MWh (média); R$ 146,08/MWh (leve)

Sul: R$ 149,16/MWh (pesada); R$ 149,16/MWh (média); R$ 146,08/MWh (leve)

Nordeste: R$ 149,16/MWh (pesada); R$ 149,16/MWh (média); R$ 146,08/MWh (leve)

Norte: R$ 149,16/MWh (pesada); R$ 149,16/MWh (média); R$ 146,08/MWh (leve)

Fonte: Canal Energia – 02.01.2016

Precisa de ajuda?
Scan the code
+ 55 (11) 95327-1417 / +55 (11) 99123-9576
contato@futturaenergy.com
Criação de Sites Para Empresas